Entre 1835 e 1848, dezenas de exiliados do movimento mazziniano saíram da península italiana para se instalar em Uruguai. Desde Montevideo continuaram a sua luta política fundando novos periódicos, estabelecendo parcerias com outros grupos da diáspora republicana e formando forças militares que tomaram parte nos conflitos locais. O exilio em terra rio-platense foi uma experiência fundamental para a reativação da jovem Itália e o desenvolvimento do republicanismo no mundo atlântico, criando novas conexões políticas entre o Velho Continente e América.

Los exiliados del Risorgimento. El mazzinianesismo en el Cono Sur

Bonvini, Alessandro
2018

Abstract

Entre 1835 e 1848, dezenas de exiliados do movimento mazziniano saíram da península italiana para se instalar em Uruguai. Desde Montevideo continuaram a sua luta política fundando novos periódicos, estabelecendo parcerias com outros grupos da diáspora republicana e formando forças militares que tomaram parte nos conflitos locais. O exilio em terra rio-platense foi uma experiência fundamental para a reativação da jovem Itália e o desenvolvimento do republicanismo no mundo atlântico, criando novas conexões políticas entre o Velho Continente e América.
File in questo prodotto:
File Dimensione Formato  
BONVINI A, Los exiliados del Risorgimento.El mazzinianesismo en el Cono Sur.pdf

accesso aperto

Tipologia: Versione Editoriale (PDF)
Licenza: Copyright dell'editore
Dimensione 449.26 kB
Formato Adobe PDF
449.26 kB Adobe PDF Visualizza/Apri

I documenti in IRIS sono protetti da copyright e tutti i diritti sono riservati, salvo diversa indicazione.

Utilizza questo identificativo per citare o creare un link a questo documento: https://hdl.handle.net/11588/898935
Citazioni
  • ???jsp.display-item.citation.pmc??? ND
  • Scopus ND
  • ???jsp.display-item.citation.isi??? ND
social impact